Dicas de Mestre: Narrativas em combate

Dicas de Mestre: Narrativas em combate

Dicas de Mestre: Narrativas em combate

Dicas de Mestre: Narrativas em combate

Muitas vezes, na empolgação do momento, o combate em jogos de RPG fica chato, sem graça. Isso porque muitos narradores esquecem de descrever a luta e isso é importante. Os jogadores acabam se acostumando a isso e também não fazem a parte deles e a frase mais comum é “eu ataco o goblin com minha espada” e pronto.
RPG é um jogo de interpretação e de imaginação. Na ausência da descrição da cena acaba sobrando muito trabalho para o cérebro “visualizar” o que aconteceu.
Segue agora algumas dicas para o narrador e também para os jogadores melhorarem esse aspecto em suas sessões.

1 – (Narrador) Descreva o cenário: Mesmo se você já fez isso no início da cena, repita. Se o combate for em uma taverna, descreva novamente. Como está a disposição das mesas. Aproximadamente quantas pessoas estão no recinto. Qual o ritmo de musica que o menestrel está tocando. Repita a descrição antes do combate para que os jogadores se familiarizem com o local e possam usar elementos do cenário durante a batalha.

 

2 – (Jogador) Descreva como será seu ataque. Faça uma “narrativa compartilhada”. Se você tem um belo machado, diga como ele brilhou quando o empunhou. Descreva como foi seu ataque, se foi um golpe certeiro na diagonal pegando do ombro até as costelas do seu inimigo. Ou se foi um golpe na horizontal, abrindo o abdome e fazendo as tripas do orc pularem para fora.

 

3 – (Narrador) Use onomatopeias (Bum, crac, Splash). Descrever sons é muito importante durante a narrativa. Isso desperta ainda mais a imaginação e facilita a visualização.
“Com seu poderoso martelo o anão golpeia o orc arremessando-o em cima da mesa que se parte ao meio com um som seco ‘craaac’”
“O mago prepara sua magia. Ele invoca as palavras magicas enquanto uma bola de fogo é criada em sua mão. Ele a joga em seus inimigos e ‘Buuum!’” ela explode em chamas destruindo os inimigos.

 

4 – (Jogador)  Use frases de efeito. Muitas vezes essas podem ser as últimas palavras do personagem então capriche. Antes de golpear seu adversário, jure-o de morte. Diga palavras de honra a sua vila ou sua cidade.  Homenageie seus amigos mortos em batalha. Coloque empolgação no seu ataque.

 

5 – (Narrador) Descreva o final da batalha. “Corpos, sangue e armas jaziam no chão. Um murmúrio de dor vinha dos inimigos que ainda não estavam mortos. O suor e o cansaço estavam estampados na face dos heróis. Eles venceram aquela batalha, mas sabiam que uma guerra estava por vir.”

 

Descrever é algo muito importante nos jogos de RPG. Mesmo em combates. Lógico que em uma batalha que o narrador sabe que será longa ele terá que reduzir suas descrições, guardando o melhor para o final, para o inimigo mais forte.
Fuja dos clichês evitando repetir termos e palavras, se não, todos os seus combates serão iguais.

E o mais importante de tudo, divirtam-se!!!

 

fight1


Rafael "Ethernalys"

Jogador/Mestre/escritor de RPG. Co-fundador da Associação Cultural Ethernalys.

Posts Recentes: