Draconato para Old Dragon

Draconato para Old Dragon

Draconato para Old Dragon

Draconato para Old Dragon

Saudações aos amigos do Moostache! Trazemos hoje uma colaboração bem especial do nosso colega David Dornelles! Com vocês, o Draconato para Old Dragon:


Dragões são seres inteligentes e poderosos de modo a rivalizarem com os deuses e até mesmo serem tratados como tais. Eles sempre foram minha paixão. Criar personagens com vínculos dracônicos nas mesas é algo bem previsível da minha parte. Os draconatos surgiram com uma proposta ousada: ser mais dracônicos que os próprios dragões. Esses humanoides quase sempre sem asas, família ou lar têm um orgulho especial em relação ao sangue que correm em suas veias. Eles se vêem como filhos do deus dragão enquanto consideram os próprios dragões uma criação dele. Assim, eles se julgam superiores aos dragões e não temem em desafiá-los. Jogar com um draconato é ter uma gama de possibilidades. É tão possível haver um guerreiro orgulhoso e arrogante quanto um mago sábio e humilde bem como o inverso. Draconatos tem em sua personalidade o melhor e o pior dos dragões, sem meio termos. Dito isto, esteja preparado à personagens inclinados ao extremo. Mediocridade não é um opção para quem tem sangue de dragão.


Os draconatos são humanoides com fortes aspectos dracônicos. Estes seres majestosos e robustos assemelham-se a dragões bípedes. A ausência das asas, sem dúvidas, é o que os difere de seus parentes. Esta raça é famosa por seus grandes magos — que graças a sua ascendência dracônica têm uma aptidão para o arcano — e por um passado de supremacia militar que até hoje motiva jovens a se tornarem guerreiros. Já houve grandes impérios draconatos no passado, alguns deles governados por dragões, mas as diversas guerras no passado contra a tirania dos dragões cromáticos resultou em diversos ataques genocidas e hoje restam apenas uma pequena parcela de remanescentes.

As lendas contam, em sua maioria, que a origem dos draconatos se deu em tempos quase imemoriais quando o Pai de todos os Dragões, após forjar seus primogênitos no multiverso, desafiou os deuses antigos. Este confronto de primordiais resultou em alguns acontecimentos importantes: os outros deuses finalmente tiveram coragem de enfrentar os deuses antigos e tomar para si o domínio do Plano Material, a queda do Pai de todos os Dragões e sua cisão em dois seres antagônicos e, por fim, o derramamento de seu sangue no mundo – o que fez nascer os draconatos a partir dos metais e das manifestações elementais no mundo.draco

Fisicamente os draconatos são seres altos e robustos. Suas escamas rígidas e reluzentes lhe conferem, além de uma proteção natural, uma exuberância quase divina. Sua longa cauda e seus dentes afiados lhe conferem um ar intimidador, lembrando a todos qual o sangue corre em suas veias. A aparência dos draconatos pode ser a mais diversa havendo clãs correspondentes às cores das escamas de todos os dragões existentes no mundo, tanto metálicos quanto cromáticos. Alcançam a maturidade por volta dos 15 anos e vivem cerca de 80 anos. Medem entre 1,70 a 2,00 metros, pesando entre 100 e 150 quilos.

Idiomas: sabem inicialmente falar (mas não ler e escrever) o comum e o dracônico. Draconatos mais estudiosos que se dedicam a dominar a leitura e escrita prezam também por obter o conhecimento do idioma Antigo.

Modificadores raciais: draconatos possuem escamas poderosas tal como dragões, o que confere um bônus de +2 a sua Classe de Armadura e Resistência à Dano (5) ao mesmo elemento que seu sopro dracônico. Em contrapartida são um tanto desengonçados e mais lentos que elfos ou humanos o que lhes dá uma penalidade de -2 em Destreza.

Sopro dracônico: Uma vez por dia o draconato pode realizar um sopro elemental que causa 1d8 de dano similar ao do dragão a qual suas escamas correspondem.

Movimentação e restrições: draconatos possuem movimento reduzido devido seu peso. O movimento base de um draconato é de 6 metros. Devido ao seu porte, draconatos também não podem usar armaduras que não tenham sido feitas especificamente para membros de sua raça.


Thiago Righetti

Começou no RPG em 1995, parou de jogar na época do D&D 3.5 e agora redescobriu os prazeres deste delicioso hobby graças ao Old Dragon.

Posts Recentes: