Floranos – Nova Raça para Space Dragon

Floranos – Nova Raça para Space Dragon

Floranos – Nova Raça para Space Dragon

Floranos – Nova Raça para Space Dragon

Floranos
Flora Chimaeras

Certamente, dentre todas as raças descobertas após o Despertar da humanidade, a mais exótica e peculiar é a raça dos floranos. Esses seres que a princípio parecem humanoides compostos por plantas e fungos, na realidade são comunidades de plantas que, juntas são capazes de raciocínio e lógica semelhante a outros indivíduos inteligentes espalhados pelo universo. Por essa razão, não aceitam ser tratados como um ser singular, mas exigem a utilização de flexão verbal no plural.
Outro equívoco muito comum das pessoas é achar que floranos, via de regra, possuam formas humanoides (bípedes com quatro membros, um tronco e uma cabeça). Sua forma natural na realidade é a de um tapete de massa orgânica vegetal. Sua capacidade de assumir outras formas já estava perfeitamente desenvolvida quando encontrada em Vênus 9. Na época assumiam as formas de animais selvagens do planeta, imitando seus costumes e hábitos. Após a chegada do homem ao planeta, não demorou mais do que uma semana para que eles tivessem assumido a forma bípede.
Floranos são seres sem gênero definido, alguns tem certos problema em entender a pluralidade ou a binariedade (em sociedades menos avançadas) sexual de outras raças. Além disso, o contato recente com as sociedades mais avançadas e a sutileza da comunicação inteligente lhes dão o título de ingênuos, além disso, precisam de aparatos científicos para se comunicar verbalmente uma vez que não possuem cordas vocais nem pulmões.

Floranos se alimentam de energia solar através de fotossíntese embora precisem ter contato com solo fértil por pelo menos 6 horas por dia para poder absorver alguns nutrientes. São capazes de respirar tanto oxigênio como carbono em quantidades toleráveis para sua espécie. Alguns raros floranos são capazes de respirar embaixo d’água. São realmente frágeis, embora possam se regenerar com certa facilidade e até mesmo recriar membros destruídos. Um Florano é capaz de aumentar sua massa em 5 g para cada kilo de massa que já possui a cada 24h de descanso total, o que inclui permanecer em sua forma natural. Não há registros de uma comunidade vegetal que assuma a identidade de um Florano com mais de 200 kg.

Normalmente são seres curiosos, enxergam de forma similar aos humanos (um certo cogumelo encontrado em todos os Floranos simula as funções e percepções do globo ocular) e respiram por qualquer parte do corpo que esteja em contato com o ar. Aqueles que assumem a vida de aventureiros têm como objetivo o êxtase de novas descobertas e de encarar o desconhecido, alguns até preferem não presenciar um mesmo evento duas vezes correndo o risco de compreende-lo e fazendo-o perder sua magnitude.

Devido a sua curiosidade, floranos acabaram se tornando excelentes estudiosos e cientistas, e sua mobilidade e adaptabilidade os tornam ótimos gatunos. Além disso, sua versatilidade os fazem bons exploradores espaciais.

Floranos em jogo:

• Pesam entre 60 kg e 200 kg, tendo biotipos diversos.

• Movimento de 9m na forma humanoide.

• Com uma ação um Florano pode abdicar da sua forma atual e voltar à forma natural. Nessa forma sua velocidade é de 3m. Com 1h de concentração o Florano pode assumir a forma que desejar contanto que sua massa o permita.
Regeneram 5g por dia para cada kilo que possuem, podendo regenerar membros perdidos. (se um florano tiver 20 kilos, ele regenera 100g por dia, por exemplo).

• Devido a sua fragilidade recebem -2 em constituição e -2 em comunicação devido a sua falta de domínio nas sutilezas da comunicação inteligente, porém recebem +2 em intelecto devido a sua força de vontade e +2 em força.

• Sua CP base é 8 + modificador de Destreza.

• Como seus cérebros não são um e sim uma comunidade de plantas, floranos não podem ser mentálicos.

• Floranos tendem a neutralidade como alinhamento com um grande numero de floranos sendo rebeldes.

Floranos x Fungos Pigmeus x Monstros do Pântano.

Algumas pessoas confundem essas três raças, que se equivalem apenas na aparência. Floranos são os únicos com intelecto evoluído ao nível de ser considerados uma raça inteligente, embora fungos pigmeus se aproximem disso, seu comportamento tribal se assemelha mais a uma alcateia do que uma tribo propriamente dita. Monstros do pântano ainda levantam muitas questões não respondidas, mas todas as formas de comunicação foram infrutíferas, além dos mesmos terem um comportamento selvagem e predatório, enquanto Floranos são seres pacíficos por natureza.
Outra diferença é no modo de reprodução. Enquanto os esporos de um fungo deve invadir um hospedeiro para que ele se desenvolva, um florano que cresça excessivamente acaba por se dividir e se tornando duas entidades diferentes, cada qual com todas as memorias anteriores, porém com uma nova personalidade diferente.


Thiago Righetti

Começou no RPG em 1995, parou de jogar na época do D&D 3.5 e agora redescobriu os prazeres deste delicioso hobby graças ao Old Dragon.

Posts Recentes: